A FÁBRICA DE NADA VENCE EM SEVILHA

13/11/2017
Filme de Pedro Pinho venceu o galardão principal do Festival de Cinema Europeu de Sevilha, que decorreu entre 3 e 11 de novembro.
Os membros do júri da competição oficial internacional atribuíram o Giraldillo de Oro (Prémio para Melhor Filme) ao português A FÁBRICA DE NADA, de Pedro Pinho, um filme "próximo e atrevido, que leva o espectador numa viagem visionária e dramaticamente realista”, onde "o documentário, a ficção e o musical convivem de forma brilhante”. A escolha do júri deveu-se ainda ao facto de a obra de Pedro Pinho se "centrar na complexa situação económica contemporânea, com uma abordagem anti-retórica, poética e profundamente original.”

ZAMA, de Lucrecia Martel, coproduzido pela portuguesa O Som e a Fúria, recebeu uma menção especial dos mesmos jurados, por tratar-se de um filme que de uma forma "transnacional, transterritorial, poética e política, explora um universo fantasioso, mas histórico, que nunca deixa de evocar o tempo presente.”

A lista completa de vencedores está disponível no sítio oficial do Festival.