CAMPO vence prémio de pós-produção do FIRST LOOK

06/08/2018
O documentário CAMPO, de Tiago Hespanha, venceu o prémio principal do First Look, secção paralela do Festival de Locarno, que decorreu entre 3 e 5 de agosto. O júri do First Look atribuiu ao filme realizado por Tiago Hespanha e produzido pela Terratreme o prémio no valor de 65 mil euros em serviços de pós-produção.
CAMPO "é um filme-ensaio na maior base militar da Europa, onde os militares treinam com todo o tipo de armas missões que irão desenvolver em lugares distantes. Misturadas neste cenário de guerra acontecem atividades lúdicas e científicas e vêem-se animais selvagens a correr livremente entre armazéns de bombas”, pode ler-se no sítio da produtora, Terratreme.

VIVEIRO, de Pedro Filipe Marques, produzido pela O Som e a Fúria, recebeu os prémios de serviços de publicidade, no valor de 5.600€, e de design do cartaz internacional do filme, avaliado em 5.000€.

O júri desta edição do First Look dedicada ao cinema português foi composto por José Luis Rebordinos (diretor artístico do Festival de San Sebastian, Espanha), Janet Pierson (diretora do festival SXSW, Estados Unidos) e Eva Sangiorgi (diretora da Viennale, Áustria).

No total, foram seis os filmes portugueses selecionados pela organização do First Look para serem apresentados pelos seus produtores a uma audiência constituída por profissionais da indústria, nomeadamente, agentes de vendas internacionais, distribuidores, selecionadores/programadores de festivais e outros,

Da lista fizeram ainda parte GABRIEL, de Nuno Bernardo (beActive Entertainment), GOLPE DE SOL, de Vicente Alves do Ó (Ukbar Filmes), HÁLITO AZUL, de Rodrigo Areias (Bando à Parte, Oktober Film e Gladys Glover Film), e TERRA, de Rossana Torres e Hiroatsu Suzuki (Associação Entre Imagens).

O Festival de Cinema de Locarno decorre até 11 de agosto.