Cinema Português na Argentina

06/12/2017
A 5.ª Semana do Cinema Português em Buenos Aires, Argentina, decorre entre 6 e 10 de dezembro e conta com a presença de diversos convidados portugueses.

Workshops, encontros e exibições de filmes, compõem o programa da 5.ª edição da Semana do Cinema Português em Buenos Aires, uma iniciativa da VAIVEM, uma associação cinematográfica apoiada pelo Camões  – Instituto da Cooperação e da Língua, a Embaixada de Portugal na Argentina, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA)  e o MALBA (Museo de Arte Latino-Americano de Buenos Aires).

A Semana do Cinema Português em Buenos Aires arranca com o foco "Cine Portugués Hoy – Gulbenkian”, composto por um conjunto de atividades dedicadas à formação e à discussão do cinema. No arranque desta programação, Salomé Lamas, irá liderar, nas manhãs dos dias 6 e 7, um workshop intitulado "Cuerpo Periférico”. A tarde de dia 6 será preenchida por dois encontros, intitulados "Apoyos a la creación, Gulbenkian y Universidad del Cine”, com a presença de António Caldeira Pires (Gulbenkian), e "El espejo cinematográfico portugués” com a presença da realizadora Rita Azevedo Gomes. No dia 6 de dezembro, Luísa Homem (Terratreme) integra o painel "Producción independiente, una charla pendiente”.

A mostra de filmes começa no dia 7 de dezembro, com a exibição de CIDADE, de Filipa Reis, João Miller, Leonor Noivo e Pedro Pinho. A obra, o piloto de uma  série que integra o programa PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social), desenvolvido pela Gulbenkian, será apresentada por Luísa Homem, que, no mesmo dia, apresenta ainda A FÁBRICA DE NADA, de Pedro Pinho.

No dia 8 de dezembro, é apresentada, com a presença da realizadora, uma retrospetiva de curta-metragens de Salomé Lamas, nomeadamente, A COMUNIDADE, UBI SUNT, LE BOUDIN, A TORRE, COUP DE GRÂCE. SÃO JORGE, de Marco Martins, e VERÃO DANADO, de Pedro Cabeleira, completam o programa deste dia.
No fim de semana, 9 e 10 de dezembro, são exibidos A 15ª PEDRA e CORRESPONDÊNCIAS, de Rita Azevedo Gomes; DIÁRIO DAS BEIRAS, de João Canijo, em estreia internacional; O ORNITÓLOGO, de João Pedro Rodrigues; O CINEMA, MANOEL DE OLIVEIRA E EU, de João Botelho; JOÃO BENARD DA COSTA – OUTROS AMARÃO AS COISAS QUE EU AMEI, de Manuel Mozos; e COLO, de Teresa Villaverde.

Conheça toda a programação no sítio da iniciativa.