Dois portugueses premiados em Roterdão

04/02/2019
A VOLTA AO MUNDO QUANDO TINHAS 30 ANOS, de Aya Koretzky, e CASA DE VIDRO, de Filipe Martins, receberam os prémios Bright Future e Voices Short, respetivamente, no International Film Festival Rotterdam (IFFR).
O documentário A VOLTA AO MUNDO QUANDO TINHAS 30 ANOS, de Aya Koretzky, com produção da C.R.I.M., arrecadou o Prémio Bright Future, atribuído à melhor primeira longa-metragem. O júri considerou que o filme tem uma "forte abordagem cinematográfica a uma viagem intima e poética, com um soberbo design de som que combina perfeitamente com as imagens a cada segundo.”

CASA DE VIDRO, de Filipe Martins, venceu, na categoria de curtas-metragens, o prémio Voices Shorts.

A 48.ª edição do International Film Festival Rotterdam (IFFR), decorreu em Roterdão, Holanda, entre 23 de janeiro e 3 de fevereiro.