OBRAS PORTUGUESAS NOMEADAS PARA PRÉMIOS FÉNIX

13/10/2017
Quatro filmes ou coproduções portuguesas integram a lista de nomeados para os Prémios Fénix de cinema ibero-americano. Os vencedores serão anunciados a 6 de dezembro, na Cidade do México.

Os prémios de cinema ibero-americano Fénix foram criados pela associação Cinema23 e têm como objetivo premiar as obras cinematográficas originárias da América Latina, Espanha e Portugal.

No total, estiveram pré-selecionadas 818 longas-metragens, nomeadamente 506 de ficção e 312 documentários, tendo sido nomeadas para o Prémio 20 obras de ficção e 9 documentários.

O processo de escolha dos vencedores do Prémio exige uma seleção inicial e posterior nomeação. No que se refere à decisão final, a mesma está sujeita à votação de um Comité que reúne profissionais da área correspondente.

Veja os filmes portugueses nomeados e as diversas categorias em que se inserem:

O ORNITÓLOGO
, de João Pedro Rodrigues (Brasil, Portugal, França) - Melhor Realização, Melhor Longa-metragem de Ficção e Melhor Som (Nuno Carvalho)

A FÁBRICA DE NADA, de Pedro Pinho (Portugal) - Melhor Montagem (Cláudia Oliveira · Edgar Feldman · Luísa Homem), Melhor Argumento (Pedro Pinho · Luísa Homem · Leonor Noivo · Tiago Hespanha), Melhor Longa-metragem de Ficção

JOAQUIM, de Marcelo Gomes (Brasil, Portugal) – Melhor Guarda Roupa (Rô Nascimento)

LOS PERROS, de Marcela Said (Chile, França, Argentina, Alemanha, Portugal) – Melhor Atriz (Antónia Zegers)

Destaque ainda para a nomeação do músico português Rodrigo Leão, autor da música original para o filme NO INTENSO AGORA, de João Moreira Salles (Brasil).

Consulte a lista de todos os nomeados no website oficial dos Prémios Fénix.