SÃO JORGE CANDIDATO AOS ÓSCARES E PRÉMIOS GOYA

12/09/2017
O filme realizado por Marco Martins e produzido por Maria João Mayer foi o escolhido pelos membros da Academia Portuguesa de Cinema.
SÃO JORGE foi o filme selecionado pela Academia Portuguesa de Cinema para representar Portugal na categoria de Melhor Filme Estrangeiro nos Óscares da Academia Americana de Cinema e na categoria de Melhor Filme Ibero-americano nos Prémios Goya, da Academia Espanhola.

Recordamos que o ator português Nuno Lopes venceu o prémio de Melhor Ator em 2016, no Festival de Veneza, pelo papel que desempenhou com a personagem Jorge, o pugilista que se torna cobrador de dívidas para sustentar a família. 

O realizador Marco Martins já conta com um repertório notável, sendo autor de COMO DESENHAR UM CÍRCULO PERFEITO, ALICE e NO CAMINHO PARA A ESCOLA, entre outros. À semelhança do que aconteceu na criação de SÃO JORGE, o realizador já colaborou com Maria João Mayer noutras obras, nomeadamente os documentários TRACES OF A DIARY e THE MAN WITH A BOX.

Para além dos filmes mencionados, a produtora Maria João Mayer já colaborou com outros grandes nomes do cinema português. Podemos ver o seu trabalho em obras como SINGULARIDADES DE UMA RAPARIGA LOIRA, de Manoel de Oliveira, ARENA, MONTANHA e RAFA, de João Salaviza, A FAVOR DA CLARIDADE, de Teresa Villaverde, e, mais recentemente, SPELL REEL, de Filipa César. 

O filme SÃO JORGE foi até agora um dos filmes portugueses mais vistos, conseguindo mais de 10 mil espectadores só no fim-de-semana de estreia.

O ICA deseja os maiores sucessos internacionais ao filme português! 
 

Galeria Multimédia