Três portugueses no Forum da Berlinale 2018

18/01/2018
DRVO – A ÁRVORE, de André Gil Mata, MARIPHASA, de Sandro Aguilar, e OUR MADNESS, de João Viana, foram selecionados para participar na 48.ª edição do Forum, uma das secções paralelas do 68.º Festival de Cinema de Berlim - Berlinale.
DRVO – A ÁRVORE, uma produção nacional da C.R.I.M, que foi inteiramente filmado na Bósnia, terá a sua estreia mundial na Berlinale. Esta é a terceira longa-metragem de André Gil Mata, que antes realizou o documentário CATIVEIRO (2012) e a longa de ficção COMO ME APAIXONEI POR EVA RAS (2016).

Sandro Aguilar leva a Berlim a sua segunda longa-metragem, MARIPHASA, uma produção da O Som e a Fúria, que fará a sua estreia internacional no festival alemão (antes, estreou no Curtas Vila do Conde 2017).

A longa-metragem OUR MADNESS, de João Viana, uma coprodução Moçambique, Guiné-Bissau, Qatar, Portugal e França, é também apresentada em estreia mundial na Berlinale. Do mesmo realizador, compete na Berlinale Shorts 2018 a curta MADNESS, juntamente com os portugueses ONDE O VERÃO VAI (EPISÓDIOS DA JUVENTUDE), de David Pinheiro Vicente, e RUSSA, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr., (coprodução Portugal, Brasil).

DRVO – A ÁRVORE, MARIPHASA e OUR MADNESS fazem parte do programa principal do Forum, composto por um total de 44 filmes internacionais.

Conheça a seleção completa da secção Forum da Berlinale 2018, que decorre entre 15 e 25 de fevereiro.