ATÉ QUE O PORNO NOS SEPARE

01/05/2019 - 08/05/2019

ATÉ QUE O PORNO NOS SEPARE

Realizado por Jorge Pelicano
Eulália, uma mãe de 65 anos, católica e conservadora, descobriu através da internet que o seu filho, emigrante na Alemanha, tornou-se no primeiro ator porno gay português premiado internacionalmente: Fostter Riviera. O computador e o Facebook como única forma de comunicação com o filho, Eulália começa uma longa jornada emocional de tentativa de aproximação ao filho, que a levará a interpretar de forma diferente suas expectativas como mãe e os valores com que foi criada.

ATÉ QUE O PORNO NOS SEPARE

Local
Local

Braga, Coimbra, Faro