Caminhos do Cinema Português - Começa hoje o 2.ºciclo ciclo de antecâmara

27/10/2020
O ciclo Programa!Ação, que serve de antecâmara ao Festival Caminhos do Cinema Português, viaja até ao início de carreira de reputados cineastas nacionais, revisitando as suas primeiras produções. O ciclo acontece em Coimbra, Leiria, Covilhã e Lisboa.

"Clandestino”, de Bruno Cabral, e "The Art of Moving”, de Liliana Marinho de Sousa, são as películas que assinalam o retomar do ciclo Programa!Ação., no dia 27 de outubro, em Coimbra e na Covilhã. Se o primeiro filme retrata a espera de um imigrante cuja esposa se viu envolta no drama do tráfico de mulheres, o segundo é protagonizado por um grupo de amigos sírios que, a partir da Turquia, dinamiza um programa online satírico anti-ISIS.

Por seu lado, o dia 29 de outubro reserva uma série de curtas-metragens. "Children, Madonna and Child, Death and Transfiguration”, de Ricardo Vieira Lisboa, "We Are Desperate”, de Joana Maria Sousa, "Aurora”, de Carlota Flor, "José”, de João Monteiro, e "Ico”, de Patrícia Vidal Delgado, são as obras escolhidas.

Já no mês de novembro e apenas em Coimbra, a sessão de dia 3 exibe "Rabo Negro”, de Tiago Silva, "Quem Me Dera Ter uma Câmara em vez de uma Mosca”, de Cláudia Santos, "Terra Fértil”, de Sérgio Ferreira, e "Cantos, Cantedos e Cantarolas”, resultado da parceira entre Maria do João Rosário e João Valentim.

"Um Punk Chamado Ribas”, retrato e homenagem de Paulo Antunes ao músico João Ribas, é o último dos filmes a ser exibido em Coimbra pelo ciclo Programa!Ação. A iniciativa ruma depois a Lisboa, carregando na bagagem os filmes que, parafraseando um dos títulos de James Joyce, oferecerão um fiel retrato dos cineastas quando jovens.

A entrada é livre para os sócios das entidades organizadoras, e para os estudantes da Universidade de Coimbra e da Universidade da Beira Interior.

<b>Conheça a programação completa no sítio do festival Caminhos do Cinema Português.</b>