Fantasporto com 95 filmes de 30 países diferentes

Fonte: Fantasporto e Lusa
28/12/2023
Em 2024, o festival de cinema fantástico, no Batalha Centro de Cinema, no Porto, contará com 30 longas-metragens e 16 curtas na competição principal. A guerra, as ditaduras e suas consequências, o tráfico de migrantes, a desumanização da sociedade, o direito à diferença, e as mudanças climáticas são alguns dos temas abordados nesta 44ª edição.
O Fantasporto decorre que decorre de 1 a 10 de março de 2024 e na abertura oficial vai ter o filme "Testament”, de Denys Arcand. Já no encerramento será exibido o filme chinês "Creation of Gods I: Kingdom of Storms”, de Wuershan. um épico de fantasia, primeiro de uma trilogia, que parte de um livro do século XVI, de Xu Zhonglin.

A competição de cinema fantástico vai contar com 30 longas-metragens e uma forte representação asiática, uma vez que 11 destes têm produção japonesa.

Na competição de curtas-metragens vão estar 16 filmes, incluindo o brasileiro "Vão das Almas”, de Edileuza Penha de Sousa e Santiago Dellape.

Ao prémio de cinema português concorrem as longas-metragens "Best Cop Ever”, de João Bruno, e "Carne, a Pegada Insustentável”, de Hugo Almeida, e oito curtas-metragens.

As curtas são "Samson” e "Departures”, de Vasco Viana, "Portrait(s)”, de Luís Miranda, "De Passagem”, de Telmo Ribeiro, "Ruim”, de Daniela Pereira Marques, "Penrose”, de Alessandra  e Maria Teresa Teixeira e "Pássaros de Papel”, de Nuno Manuel Pereira.

Fora de competição, está a longa portuguesa "Titus”, de Rui Neto e Jorge Albuquerque.

Onze filmes vão marcar presença na Semana dos Realizadores, de "Bucky F*cking Dent”, de David Duchovny, ao brasileiro "Estranho Caminho”, de Guto Parente, entre outros, enquanto 17 filmes integram a Orient Express.

O festival vai dedicar um programa ao realizador belga Karim Quejad, exibindo cinco filmes do cineasta, sendo também exibido "Cockfighter”, de Monte Hellman, a assinalar 50 anos de produção do filme.

O Fantasporto é uma iniciativa da cooperativa Cinema Novo, teve a primeira edição em 1981 e é dirigido por Mário Dorminsky.