FEST – Festival Novos Realizadores Novo Cinema arranca a 19 de junho

Fonte: FEST E LUSA
14/06/2023
A 19.ª edição do FEST – Festival Novos Realizadores Novo Cinema conta com 244 filmes de 59 países e, desses, 183 estarão em competição. Na seleção do Grande Prémio Nacional deste ano serão exibidos 23 filmes no total, e entre os escolhidos estão alguns regressos, como Guilherme Daniel, Rúben Sevivas e Henrique Brazão e várias primeiras obras.
Na categoria de longas-metragens do FEST estarão 10 filmes a concurso. Entre eles destaca-se "War Pony”, que, realizado pelas norte-americanas Gina Gammell e Riley Keough, que venceu o prémio de melhor primeira obra em Cannes, pela forma como "retrata a dura realidade das comunidades nativo-americanas na notória reserva de Pine Ridge”.

A competição de curtas-metragens, tem 18 obras de ficção, 13 de documentário, 10 de animação, 9 experimentais, 33 de produção portuguesa, 40 de realização académica e 60 concebidas por crianças e jovens.

Na competição portuguesa, assinala-se o regresso dos realizadores Rúben Sevivas com a curta "Flor de Laranjeira”, Hugo de Sousa com "Je Ne Suis Pas Une Star de Cinéma” e Henrique Brazão com "Postais do Oceano Atlântico". As atenções estarão também centradas na apresentação de novos trabalhos de autores como Luís Campos e Joana Peralta. A estes juntam-se nomes como Diogo S. Figueira com "Sagrada Família”, Raquel Medeiros que apresenta "Corpo e Paisagem”, Guilherme Daniel que compete com "Aplauso”, Carolina Aguiar e a sua obra "Só Nós Dois”, entre outros.

Nas sessões panorâmicas do FEST – Festival Novos Realizadores Novo Cinema, uma das apostas de 2023 é a retrospectiva da cineasta peruana Claudia Llosa, vencedora do Urso de Ouro em Berlim com o filme "A Teta Assustada”, que será exibido em Espinho.

O segmento PRO do festival FEST - Novos Realizadores, Novo Cinema volta a propor um vasto programa de workshops e masterclasses, que pretende criar novos espaços de troca de conhecimento e contato entre profissionais emergentes e consagrados do setor. Destaca-se a presença, por exemplo, da realizadora Brenda Chapman, a primeira mulher a dirigir um filme de animação num grande estúdio americano ("O Príncipe do Egito”, 1998). Em 2012, na corealização de Brave, ganhou um Óscar, o primeiro a ser ganho por uma mulher na secção de Melhor Animação.

A grande novidade da 19.ª edição do evento é, contudo, o subfestival "Music Walk With Me”, lançado em colaboração com o Auditório de Espinho para divulgar músicos que já conceberam bandas sonoras para cinema ou cuja sonoridade tem potencial para entrar no setor. The Legendary Tigerman, Sensible Soccers, Castello Branco, Motsa e Yosune serão alguns dos nomes em palco, entre artistas de vários países.
Como já se tornou habitual, há diversas ‘masterclasses’ conduzidas por profissionais da indústria audiovisual. A título de exemplo, salienta-se a presença do realizador mexicano Carlos Reygadas, a atriz sueca Noomi Rapace, a realizadora dinamarquesa Lone Scherfig, a realizadora de animação norte-americana Brenda Chapman, a sua conterrânea e diretora de ‘casting’ Nancy Bishop, e o editor e colorista francês Marc Boucrot.

Além de iniciativas especiais para a comunidade infantojuvenil e escolar, a 19.ª edição do festival de Espinho abrange ainda o FEST Pitching Forum, em que 24 candidatos previamente selecionados apresentarão seus projetos a agentes de decisão internacionais como produtores, investidores, gestores de fundos, distribuidores e programadores de festivais.
O FEST decorre em Espinho até 26 de junho.

Consulte o programa.