SEIS CURTAS PORTUGUESAS NA CORRIDA AO EUROPEAN FILM AWARD

22/10/2020
TIO TOMÁS, A CONTABILIDADE DOS DIAS de Regina Pessoa, PAST PERFECT, de Jorge Jácome, NHA MILA, de Denise Fernandes, INVISÍVEL HERÓI, de Cristéle Alves Meira, A MORDIDA, de Pedro Neves Marques e THE SHIFT, de Laura Carreira, integram a lista dos 24 filmes nomeados para os European Film Awards, da European Film Academy (EFA), na categoria de curta-metragem.
Ao longo de 2020, e à semelhança dos anos anteriores, os júris internacionais de diversos festivais de cinema europeus selecionaram, entre as curtas-metragens europeias em competição nos respetivos festivais, um filme candidato aos European Film Awards.

O TIO TOMÁS, A CONTABILIDADE DOS DIAS foi indicado pelo Riga International Film Festival . Já o francês Clermont-Ferrand International Short Film Festival, selecionou INVISÍVEL HERÓI, de Cristéle Alves Meira, e o português  Curtas Vila do Conde – International Film Festival nomeou NHA MILA, de Denise Fernandes. A curta de Jorge Jácome, PAST PERFECT, foi selecionada no Uppsala Short Film Festival . O  Go Short - International Short Film Festival Nijmegen nomeou A MORDIDA, de Pedro Neves Marques e, por fim, a curta THE SHIFT, de Laura Carreira, chega a esta long-list através do Venice Film Festival.

A escolha da curta-metragem vencedora cabe agora aos 3800 membros da EFA, e o resultado será conhecido na cerimónia de entrega de prémios da 33.ª edição dos European Film Awards.