Vencedores do Sophia Estudante 2024

Fonte: Academia Portuguesa de Cinema
26/02/2024
A Academia Portuguesa de Cinema anunciou este domingo, 25 de fevereiro, em Albufeira, os vencedores da 10ª edição do Sophia Estudante, nas categorias de Animação, Documentário, Ficção, Experimental, Cartaz e Mestrado/Doutoramento.
Das 33 curtas-metragens nomeadas aos prémios Sophia Estudante, foram distinguidas 15 e uma recebeu menção honrosa. Dos 15 cartazes a concurso foram distinguidos três.

Na categoria Melhor Curta-Metragem de Animação, "52 Hz” de Diana Rodrigues, Universidade do Algarve – ESEC foi a vencedora. Esta categoria contou ainda com "A Minha Gaivota Espanhola” de Bárbara Barreto, Catarina Santos e Raquel Salvado, da Universidade Lusófona, e "Dead End” de Helena Duarte, Lara Marjo e Júlia Leite, também da Universidade Lusófona, em segundo e terceiro lugares, respetivamente.

"Défilement” de Francisca Miranda da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto foi a vencedora na categoria Melhor Curta-Metragem Documentário. O segundo lugar foi atribuído a "5861” de Ivo Abalroado da ETIC - Escola de Tecnologias, Inovação e Criação, e "Praia da Aguda” de Salvador Gil da Escola Superior Artística do Porto, o terceiro lugar. Foi ainda atribuída uma menção honrosa a ”Ostra Negra” de João Carlos Pinto, da Escola Superior de Arte Design das Caldas da Rainha do Politécnico de Leiria.

O prémio de "Melhor Curta-Metragem Experimental” foi entregue a Margarida Fonseca da Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual pela criação de "Seres Vivos”. "Apathya” de Guilherme Araújo da Universidade do Minho, e "Flowerwork” de Catarina Nascimento, da ESMAD - Escola Superior de Media Artes e Design, ocupam o segundo e terceiro lugares, respetivamente.

"O Incidente da Galinha” de João Ferreira, da Universidade Lusófona, foi o vencedor na categoria "Melhor Curta-Metragem de Ficção”. O segundo lugar foi ocupado por "Caixa Aberta” de Guilherme Afonso, da Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa, e "Kintsugi” de Martim da Cunha, também da Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa, ficou na terceira posição.

O prémio de "Melhor Curta-Metragem de Mestrado e Doutoramento” foi para "Uma Mãe vai à Praia” de Pedro Hasrouny, da Universidade Lusófona. Na segunda posição ficou "So Much Time Waiting” de Joana Pinto da Universidade de Aveiro, enquanto "Litoral” de Francisco Dias, da Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa, recebeu o prémio do terceiro lugar. 

Em "Melhor Cartaz”, o vencedor foi "Uma Mãe Vai à Praia” de Joseph Kai da Universidade Lusófona. "O Menu Sustentável” de Paula Vaz, da ETIC do Algarve, ficou em segundo lugar, enquanto "SEA-64” de Bruno Ferreira, João Araújo e Paulo Malheiro, da Universidade do Minho, ficou em terceiro lugar.

Os primeiros classificados das categorias Animação, Documentário, Ficção e Experimental vão ainda disputar o grande Prémio Sophia Estudante, que será entregue na cerimónia dos Prémios Sophia 2024, a realizar a 26 de maio no Casino do Estoril. 

Albufeira voltou a ser a anfitriã dos Prémios Sophia Estudante, cuja edição de 2024 levou ao município cerca de 180 estudantes de cinema e audiovisual de todo o país.

Ao longo dos quatro dias do evento, realizaram-se uma masterclass com Pedro Lopes, um Encontro com Criadores de Séries portuguesas com Augusto Fraga, Diogo Viegas, Filipa Amaro, Pedro Lopes e Ricardo Leite, uma masterclass com Augusto Fraga, e uma conversa com o elenco da série "Rabo de Peixe” onde estiverem presentes, Adriano Carvalho, André Leitão, Helena Caldeira, José Condessa e Rodrigo Tomás.

A sessão da entrega de prémios nas várias categorias, apresentada por Ricardo Pereira e Teresa Tavares, contou também com a presença de Adriano Carvalho, André Leitão, Carla Chambel, Cláudia Semedo, Sandra Celas e Sisley Dias.